10% de desconto na primeira compra com o código: [save10]

Guia Definitivo para o Cuidado e Decoração com Cactos

Os cactos são incrivelmente resistentes e fáceis de cuidar, mas isso não significa que não precisem de um pouco de atenção de tempos a tempos. Se quiser ter sucesso no cuidado dos seus cactos, continue a ler para um guia completo.

Cactos Saiba tudo sobre esta maravilhosa variedade​

Como cuidar dos seus cactos?

O que são cactos: Características

Os cactos são plantas com uma característica muito especial: são capazes de armazenar água nos seus caules, folhas e/ou raízes, o que lhes permite sobreviver em climas quentes e secos. Existem muitas espécies diferentes de cactos, e a maioria deles tem espinhos muito afiados. Todos os cactos pertencem à família Cactaceae.

  • Dica: É importante notar que as plantas suculentas, como a Euforbia, são frequentemente confundidas com os cactos devido à sua capacidade de armazenar água. No entanto, a Euforbia são plantas suculentas e não cactos.

Como regar os seus cactos?

Embora os cactos sejam plantas resistentes e não necessitem de muita água, ainda precisam de ser regados de tempos a tempos. Aqui estão algumas coisas a ter em mente:

  • Em geral, é melhor regar menos do que mais. A maioria dos cactos morre por receber demasiada água, uma vez que as suas raízes apodrecem.
  • No Inverno, é comum permitir que o solo seque um pouco entre as regas. Isto porque as temperaturas mais baixas provocam uma evaporação mais lenta da água.
  • No Verão, o solo deve ser deixado secar completamente entre regas para evitar a deterioração das raízes. No entanto, é importante ter cuidado para não deixar o seu cacto secar demasiado, pois isto pode ser prejudicial para a planta.
  • Se estiver em dúvida sobre quando regar o seu cacto, é melhor esperar um pouco mais. A maioria dos cactos pode sobreviver durante muito tempo sem água.
  • Quando as flores do seu cacto começarem a abotoar, pode começar a regar um pouco mais.

É necessário pulverizar água sobre os cactos?

Embora não seja necessário pulverizar os seus cactos para compensar o ar seco, existem algumas exceções:

  • No Inverno, a névoa pode servir como forma de “regar” o seu cacto. Como muitas espécies de cactos são capazes de absorver água através da sua pele, a neblina pode ser benéfica para eles.
  • Se tiver o seu cacto num local com ar muito seco (como uma sala aquecida), pode querer misturar o seu cacto uma vez por semana para ajudar a manter a humidade.

Luz e calor para os seus cactos

A maioria das espécies de cactos são bastante resistentes à luz e ao calor, mas há algumas coisas a ter em mente:

  • A maioria dos cactos prefere um sítio com luz indireta ou sombra parcial. No entanto, algumas espécies, como o Echinokaktus Grusonii (também conhecido como cacto de bola), podem tolerar muita luz. Neste caso, os espigões dos cactos atuam como um filtro UV natural.
  • No Verão, é possível colocar o seu cacto no exterior a pleno sol, desde que seja feito gradualmente. Deixe o seu cacto habituar-se à luz solar durante alguns dias antes de o deixar no exterior durante todo o dia.
  • As variedades mais escuras de cactos, como a Euphorbia, são mais sensíveis à luz e podem arder se colocadas a pleno sol. É melhor colocar estes cactos num local com menos luz.
  • Nota extra: Alguns cactos podem necessitar de fertilizantes específicos durante a época de crescimento. Consulte um especialista ou leia o rótulo de cuidados específicos para a sua variedade para garantir que você está fornecendo todos os nutrientes necessários.

Transplantação de Cactos

Embora os cactos sejam plantas resistentes e não precisem de ser replantados tão frequentemente quanto outras plantas, podem precisar de ser replantados de tempos em tempos. Aqui estão algumas dicas sobre como fazê-lo:

  • Melhor época para o transplante: A melhor altura para transplantar o seu cacto é durante a primavera ou verão, quando a planta está em pleno crescimento.
  • Solo: Use um solo especial de cacto ou faça o seu próprio, misturando areia grossa e composto. Certifique-se de que o solo drena bem para evitar o encharcamento, que pode causar apodrecimento das raízes.
  • Cuidados com as raízes: Ao transplantar o seu cacto, certifique-se de que não danifica as raízes da planta. Se necessário, usar luvas e uma ferramenta afiada para cortar as raízes danificadas.

Doenças e Pragas Comuns dos Cactos

Embora os cactos sejam plantas resistentes e pouco propensas a doenças e pragas, por vezes podem ocorrer problemas. Algumas das doenças e pragas mais comuns dos cactos são:

  • Cochonilhas: Pequenos insetos que se alimentam da seiva da planta. Para remover cochonilhas, pode usar um produto especial ou simplesmente esfregar as nódoas com um pano húmido.
  • Oídio: Este é um fungo que se manifesta como um revestimento branco ou acinzentado na superfície da planta. A prevenção inclui proporcionar uma boa circulação de ar e evitar o excesso de umidade.
  • Apodrecimento das raízes: Prevenir este problema, utilizando solo bem drenado e regando devidamente o seu cacto. Caso já exista, é importante agir rapidamente.

Como Reparar um Cacto Partido ou Danificado?

Reparar um cacto partido ou danificado pode ser um processo delicado, mas com atenção e cuidado, é possível restaurá-lo. Aqui estão os passos detalhados para reparar um cacto:

  1. Limpeza: Primeiramente, é essencial limpar a área danificada. Usar luvas para proteger as mãos e uma ferramenta afiada para remover quaisquer espinhos ou fragmentos que possam ser deixados na área danificada. Limpar a ferida com água e sabão suave para remover qualquer contaminação.

  2. Secagem: Deixar a área danificada secar durante alguns dias em um local arejado e seco. Esta etapa é crucial para evitar o apodrecimento da planta e permitir que a ferida feche naturalmente.

  3. Cicatrização: Após a secagem, aplicar um pó cicatrizante vegetal na área. Este produto ajuda na regeneração dos tecidos e previne infecções.

  4. Monitoramento: Acompanhe o cacto nos dias e semanas subsequentes, garantindo que está recebendo os cuidados adequados e não mostrando sinais de infecção ou doença.

  5. Procura por ajuda profissional: Se o dano for grave e não se sentir confortável em reparar o cacto pessoalmente, pode ser apropriado procurar um profissional ou especialista em jardinagem que tenha experiência com cactos.

Como Propagar os Seus Cactos?

A propagação de cactos pode ser uma atividade gratificante, permitindo que você multiplique suas plantas favoritas. Existem duas maneiras principais de fazer isso: estacas e sementes.

Propagação por recortes

    1. Seleção: Escolha uma parte saudável do cacto.
    2. Corte: Use uma ferramenta afiada e esterilizada para fazer o corte.
    3. Secagem: Deixe o corte secar durante alguns dias para permitir que a ferida feche.
    4. Plantio: Plante o corte em um recipiente com terra de cacto.
    5. Cuidados: Mantenha o solo húmido, mas não encharcado, e coloque em um local ensolarado.

Propagação de sementes

    1. Preparação: Utilize um recipiente com terra de cacto.
    2. Semeio: Coloque as sementes na superfície, mantendo espaço suficiente entre elas.
    3. Ambiente: Crie um ambiente húmido e quente cobrindo com plástico.
    4. Germinação: Seja paciente, a germinação pode levar várias semanas ou até meses.
    5. Transplante: Uma vez germinadas, as plantas podem ser transplantadas.

Nota: A propagação é um processo que exige paciência e atenção aos detalhes. Cada espécie de cacto pode ter necessidades específicas, por isso é aconselhável pesquisar a espécie em questão ou consultar um especialista. Lembre-se de usar ferramentas limpas e esterilizadas para evitar a transmissão de doenças, e sempre manuseie os cactos com cuidado para evitar danos. A propagação é uma ótima maneira de expandir a sua coleção de plantas ou partilhar com amigos, tornando-o uma habilidade valiosa para qualquer entusiasta de cactos.

Algumas Dicas Adicionais para a Propagação dos Cactos

Propagar cactos pode ser uma tarefa altamente gratificante e divertida, mas requer cuidado e atenção. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar no processo:

  1. Solo Adequado: Certifique-se de utilizar um solo especial de cacto ou uma mistura bem equilibrada de areia e composto para plantar as suas estacas ou sementes. É essencial que o solo seja bem drenado para evitar o alagamento da água, o que pode levar ao apodrecimento das raízes.
  2. Ambiente de Crescimento: Mantenha um ambiente quente e ensolarado para encorajar o crescimento dos seus cactos. A luz e o calor são fundamentais para a maioria das espécies de cactos, por isso considere o local onde você coloca os seus vasos.
  3. Rega Adequada: Regar regularmente é importante, mas os cactos não precisam de muita água. É melhor esperar que o solo seque um pouco antes de regar novamente, evitando que o solo fique alagado.
  4. Suporte ao Crescimento: Se estiver tendo dificuldades em conseguir que as suas estacas ou sementes germinem, poderá ter de usar um fogão ou cultivar uma lâmpada para fornecer calor e luz extra. Essas ferramentas podem simular as condições ideais de crescimento.
  5. Paciência e Cuidado: A propagação de cactos pode ser um processo lento e requer muita paciência. No entanto, com um pouco de tempo e cuidado, deverá ser capaz de ter sucesso e ver crescer a sua própria coleção de cactos. Investir em equipamentos de qualidade, como tesouras de poda afiadas e potes com boa drenagem, pode fazer uma diferença significativa.
  6. Conhecimento da Espécie: É útil compreender as necessidades específicas da espécie de cacto que você está propagando. Algumas podem exigir condições de luz, solo ou água diferentes. A consulta com guias especializados ou jardineiros experientes pode ser inestimável nesse processo.
  7. Manutenção: Monitorar regularmente suas plantas ajudará a identificar possíveis problemas de saúde, como infestações de pragas ou doenças, permitindo uma intervenção rápida.

Seguindo estas dicas e instruções, você poderá experimentar a alegria de cultivar seus próprios cactos, seja para embelezar sua casa ou jardim, ou para presentear amigos e familiares com uma planta única e cuidadosamente cultivada.

cactos cuidados

Como Evitar Problemas Comuns com os Seus Cactos?

Embora os cactos sejam plantas muito resistentes, podem por vezes apresentar problemas. A seguir, são discutidos alguns problemas comuns com os cactos e como evitá-los, junto com dicas úteis para manter seus cactos saudáveis:

Apodrecimento das Raízes 

A podridão das raízes é um problema comum nos cactos e pode ser causada por excesso de água ou solo encharcado. Para evitar este problema, certifique-se de não regar demasiado os seus cactos e utilizar solo bem drenado. É importante também não plantar os seus cactos em recipientes muito pequenos ou que não tenham orifícios de drenagem.

Ataques de Pragas

Os cactos também podem ser atacados por pragas como os afídeos, os ácaros e os insetos escamosos. Se notar que o seu cacto tem pragas, pode tratá-lo com um inseticida especial para plantas. Manter o cacto limpo e remover quaisquer folhas ou caules danificados é crucial para evitar a propagação de pragas.

Falta de Luz

Os cactos precisam de uma boa quantidade de luz para prosperar. Se notar que o cacto está crescendo lentamente ou tem folhas amarelas, pode precisar de mais luz. Coloque o cacto num local ensolarado e certifique-se de que recebe pelo menos 4-6 horas de luz solar direta por dia.

Falta de Água

Embora os cactos não precisem de muita água, é importante não deixá-los completamente sem água. Se notar que o cacto está amarelando ou encolhendo, pode precisar de mais água. Regue regularmente os seus cactos, garantindo que o solo receba água adequada.

Algumas Dicas Adicionais:

  • Use luvas quando manusear o cacto, pois muitas espécies têm espinhos muito afiados.

  • Não permita que os seus cactos sequem demasiado, pois isso pode ser prejudicial para a planta.

  • Evite colocar os cactos num local com correntes de ar fortes, já que isso pode danificar a planta.

  • Se notar que o cacto está crescendo de lado ou torto, rode-o gradualmente para que cresça mais uniformemente.

  • Se quiser reproduzir o seu cacto, pode fazê-lo por meio de estacas ou sementes. No entanto, lembre-se de que este pode ser um processo lento e que requer muita paciência.

Como Cuidar de Cactos Especiais?

Embora a maioria dos cactos seja muito fácil de cuidar, há algumas espécies que requerem um pouco mais de atenção e cuidado. Abaixo estão exemplos de cactos especiais e de como cuidar deles:

Cactos Colunares

Os cactos colunares são espécies que têm um crescimento vertical e que se assemelham a colunas. Exemplos incluem Cactus senilis e Cactus cereus. Estes cactos precisam de muito sol e solo bem drenado. Devem também ser regados regularmente, mas não excessivamente, para evitar o apodrecimento das raízes. Dica: Uma drenagem adequada é essencial para prevenir a retenção de água, que pode levar à podridão.

Cacto Florido

Há muitas espécies de cactos que produzem belas flores. Exemplos de cactos floridos são o Cacto peiote e o Cacto de São Pedro. Estes cactos precisam de muito sol e devem ser regados regularmente para encorajar o crescimento e a floração. Também pode utilizar fertilizantes especiais de cactos para ajudar a sua planta a florescer. Dica: A fertilização na época certa pode potencializar a beleza das flores.

Cactos Epífitos

Os cactos epífitos são espécies que crescem sobre outros objetos, tais como rochas ou árvores. Exemplos incluem o cacto de Rhipsalis e o cacto de Hylocereus. Estes cactos precisam de um ambiente quente e húmido e devem ser regados regularmente. É também importante protegê-los da luz solar direta para evitar queimaduras solares. Dica: Um ambiente sombreado com alta umidade, como um banheiro com janela, pode ser ideal para esses cactos.

Como Decorar com Cactos?

Os cactos são plantas muito versáteis e podem ser utilizados de muitas maneiras diferentes para decorar a sua casa ou jardim. Algumas ideias criativas para decorar com cactos são:

  • Coloque os seus cactos em vasos de diferentes tamanhos e cores para criar um efeito visual interessante.

  • Utilize cactos de diferentes formas e tamanhos para criar uma composição atrativa.

  • Plante os seus cactos num jardim de pedra ou numa área arenosa para criar um ambiente desértico. Dica: Isso pode criar uma aparência natural e exótica, especialmente se complementada com pedras decorativas.

  • Usar cactos como centros de mesa ou como decorações sobre uma mesa de jardim.

  • Coloque os seus cactos em jardineiras suspensas para criar um efeito aéreo. Dica: Essa abordagem pode adicionar uma dimensão única ao seu espaço e tornar a manutenção mais fácil.

Cactus com flores

Perguntas Frequentes sobre o Cuidado de Cactos em Casa

Geralmente, os cactos necessitam de pouca água. A frequência pode variar dependendo da estação do ano e do clima, mas uma boa regra é regar quando o solo estiver seco ao toque

Os cactos gostam de muita luz, mas a exposição direta contínua ao sol pode ser prejudicial. Forneça pelo menos 4-6 horas de luz solar direta e considere uma sombra parcial se notar queimaduras solares.

Pode propagar os cactos através de estacas ou sementes. As estacas devem ser cortadas e deixadas secar antes de plantar, enquanto as sementes podem ser semeadas em solo apropriado para cactos.

A podridão das raízes geralmente ocorre devido à rega excessiva. Certifique-se de usar um solo bem drenado e não regue excessivamente.

Utilize um solo especial para cactos ou uma mistura de areia e composto. O solo deve ser bem drenado para evitar o encharcamento da água.

Se o cacto estiver crescendo de lado ou torto, rodeie-o gradualmente para que cresça mais uniformemente. Uma rotação regular pode ajudar a exposição uniforme à luz.

Embora não seja estritamente necessário, um fertilizante especial para cactos pode encorajar o crescimento e a floração. Siga as instruções do fabricante para aplicação.

Se notar pragas como ácaros ou afídeos, trate o cacto com um inseticida especial para plantas e remova qualquer parte danificada para evitar a propagação.

Sim, os cactos podem ser mantidos dentro de casa. Certifique-se de que eles recebam luz suficiente e evite locais com correntes de ar fortes.

A maioria dos cactos prefere uma temperatura entre 18°C e 30°C. Evite locais onde as temperaturas caiam abaixo de 10°C, pois isso pode danificar a planta.

Espero que tenha achado útil este guia de cuidados com cactos e que o ajude a desfrutar destas plantas durante muitos anos. Lembre-se de que cada espécie de cacto é única e pode ter as suas próprias necessidades especiais, por isso é importante pesquisar cuidadosamente antes de comprar uma nova planta. Dica: Consultar especialistas em cactos ou fóruns online específicos pode oferecer insights valiosos sobre as necessidades de sua espécie escolhida.

Com um pouco de atenção e cuidado, os seus cactos podem prosperar e durar muito tempo. A beleza dos cactos reside na sua diversidade e resistência, e com a abordagem certa, eles podem ser um ponto focal maravilhoso em sua casa ou jardim.

Desfrute dos seus cactos e de todas as formas que puder decorar com eles! Eles não são apenas atraentes esteticamente, mas também são versáteis e podem ser integrados em vários estilos de decoração.

E lembre-se, se precisar de comprar cactos, não se esqueça de visitar a nossa colecção de cactos e suculentos! Dica adicional: Ao comprar cactos, certifique-se de escolher um fornecedor confiável que possa fornecer informações detalhadas sobre cuidados e suporte pós-venda, se necessário. Isto garantirá que você está recebendo uma planta saudável que se adaptará bem ao seu ambiente.

Compartilhar esta publicação:
Tempo de Leitura: 11 minutos
Fronda, tienda de plantas
10% de desconto na sua primeira compra!
Inscreva-se no nosso #UrbangreenClub e receba seu cupom de desconto para sua primeira compra!
Formulario de Suscripción

Plantas em promoção
Últimas postagens
Guias de cuidados com plantas

Carrinho De Compras

0
image/svg+xml

No tienes ningún producto en tu carrito

Continue Shopping